Em solenidade militar no Rio de Janeiro, Bolsonaro disse que democracia e liberdade só existem quando as Forças Armadas querem.

Ministro Augusto Heleno diz que Forças Armadas são ‘baluarte’ da democracia O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, disse nesta quinta-feira (7) que não viu polêmica na declaração do presidente Jair Bolsonaro sobre as Forças Armadas. O ministro disse, ainda, que Forças Armadas são o “baluarte da democracia e da liberdade”.

Nesta quinta, durante cerimônia de aniversário do Corpo de Fuzileiros Navais no Rio de Janeiro, Bolsonaro disse que democracia e liberdade só existem quando as Forças Armadas querem.

“Não achei polêmica. Não vejo nada demais na declaração. Ele estava fazendo um discurso para comemoração dos 211 anos do corpo de fuzileiros navais e ele falou o que todo mundo sabe: as Forças Armadas são o baluarte da democracia e da liberdade. Historicamente, em todos os países do mundo”, disse Heleno.

Mais cedo, o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou que o presidente foi “mal interpretado” na declaração. “O que que o presidente quis dizer? Está sendo mal interpretado. O presidente falou que onde as Forças Armadas não estão comprometidas com democracia e liberdade, esses valores morrem”, disse Mourão.

Search